Eleições 2018 – Mais que um Pleito, uma Batalha Espiritual – Parte 1

foto a

Estamos vivendo dias inusitados no que refere às eleições deste ano para a presidência da república. O Brasil está dividido de uma forma bastante incomum. Nunca na história das eleições deste país houve tanta polêmica, inclusive algo ainda mais extraordinário se destaca pelos crimes de fake news, a distribuição deliberada de desinformação ou boatos sendo disseminados, principalmente pelas mídias sociais neste segundo turno das eleições, na tentativa de prejudicar os dois candidatos à presidência.
Além de tudo isso, é bastante perceptível que algo diferente parece acontecer no ar, algo fenomenal que envolve a sociedade brasileira de forma geral. Existem diversas circunstâncias que nos levam a crer que teremos uma eleição diferente este ano. A história do Brasil parece que irá mudar de uma forma ou de outra. O destino que nos levará a um novo Brasil será definido no próximo domingo.

 

fernando-haddad-carreira-20120602-20-size-598

Por um lado, temos o candidato Fernando Haddad, o discípulo escolhido pelo ex-presidente Lula. Haddad promete mudar o caos no qual se encontra o país, situação esta criada pelo seu próprio partido, uma herança maldita que afundou o Brasil. Embora o ex-presidente Lula tenha mudado a situação brasileira de forma satisfatória para muitos, durante os seus dois mandatos (2003 até 2006, e de 2007 até 2011), no entanto, houve uma estagnação durante a gestão da sua escolhida à sucessão, no caso, a ex-presidenta Dilma Rousseff. Foram apenas pouco mais de cinco anos do seu mandato, vindo a ser vítima de um impeachment após um grande golpe aplicado por seu vice-presidente Michel Temer e companhia.
Dilma deixou um legado caótico para o povo brasileiro. Michel Temer apenas complementou o caos. E quanto ao ex-presidente Lula, pouco a pouco veio à tona as sucessivas descobertas de corrupção envolvendo a sua pessoa e culminando em prisão. O herói do povo tornou-se o vilão da nação.

 

O Legado Deixado Pelo PT

 

17892240

A Violência

Uma das coisas que nas gestões do ex-presidente Lula nunca foi prioridade, foi a questão da segurança pública. As fronteiras do país sempre estiveram escancaradas, facilitando a entrada de contrabandos, drogas e armas no país. Essa terrível negligência causada por descaso político, favoreceu ao crescimento do crime organizado, à criação de facções criminosas que tentam tomar o Estado, causam terror à sociedade, aumento da violência, furtos e assaltos. O Brasil é tomado pelo tráfico de drogas. E o pior, é que nada, e nem ninguém, sequer tentou resolver este terrível problema que mata mais do que outro caos que está implantado no Brasil.

 

1835552

 

O Caos na Saúde Pública

Além das doenças comuns e imprevistas, a violência e o desrespeito às normas de trânsito levam milhões de pessoas aos hospitais públicos em todo o país. No entanto, é claramente visto que a questão da saúde pública piorou de forma exorbitante durante os treze anos do PT no poder e continua sendo um descaso nas mãos de Temer.

 

58ef3fe8-46b6-4883-b37a-50c29fae31a7

 

O Desemprego

A triste gestão da ex-presidenta Dilma agregada a uma política suja e corrupta que domina o país envolvendo políticos de toda espécie, trouxe um rombo violento na economia do país, causando o maior recorde de desemprego na história do Brasil. E aquilo que pregava o ex-presidente Lula sobre o sonho de diminuir a pobreza e erradicar a fome no país, tornou-se um dos grandes pesadelos do PT. E o desemprego em massa tem sido outro terrível problema que enfrenta hoje a sociedade brasileira. A consequência disso trouxe algo muito pior do que antes da era PT.

 

BrSemiseriComPobrEXtDil

 

A Extrema Miséria

A miséria que faz parte da vida de milhões de brasileiros é responsável também por muitas doenças, pelo aumento do crime e do uso de drogas. Embora as infrações, os crimes e o uso de entorpecentes possam envolver indivíduos de qualquer classe social e e de caráter fraco, no entanto, poderiam ser evitados em grande escala quando o cidadão tem dignidade e autoestima, o que não existe na vida de um desempregado.

 

inversão de valors

 

O Fim da Moral, da Ordem e da Decência

Além dos fatores citados acima, outro problema social enfrentado pelo país, é a questão do fator moral deturpado e os valores familiares corrompidos. Tudo isso faz parte da herança petista. O PT sempre foi a favor do aborto, nunca reprimiu as drogas, mas tem o intuito de legalizá-las. Transformou a liberdade de escolha e expressão numa libertinagem apoiada pelo Estado em detrimento dos preceitos da família, da sociedade conservadora e numa afronta a D’us.

 

ParadagayI

Todos nós sabemos que somos merecedores da liberdade de escolha, inclusive o próprio D’us nos dotou de livre arbítrio, embora saibamos que o nosso futuro espiritual dependerá daquilo que escolhemos. Mas isso é apenas para quem tem consciência, acredita nos reais valores espirituais e honra a D’us, independente de credo ou religião. Contudo, a liberdade merecida tem de levar em conta o respeito às tradições e valores morais de uma sociedade, e para isto, é necessário a intervenção do Estado. O respeito não visa apenas um lado envolvido, mas tem que ser mútuo. Ademais, o Estado não deve invadir e explorar a honra e a inocência de uma criança e escolher por ela que tipo de ser ela deverá ser. O papel da política neste sentido é o de promover os direitos, mas saber governá-los, exigir respeito dos envolvidos e também da própria sociedade, evitando um país dividido, o despudor e a violência moral ou física.

 

cor

A praga chamada corrupção é o que mais acomete este país, e por muitos anos o Brasil tem sido vítima deste terrível mal. Esperava-se que o ex-presidente Lula, em um de seus feitos positivos, fosse extirpar de vez essa epidemia nacional. Todavia, para a surpresa de milhões de brasileiros, ele também se envolveu e tornou-se mais um flagelo da nação.

 

Bolsonaro-Slogan-222-1024x709

Por outro lado, temos o candidato Jair Bolsonaro, o chamado “mito”, um personagem que surgiu nas eleições deste ano numa aura popular. Embora não tenha uma aura espiritual, mas é protagonista de uma eleição inédita que faz denotar uma força espiritual envolvendo as eleições e as tornando num pleito místico.
Em nosso próximo artigo falaremos sobre isso.

 

 

Anúncios

4 comentários em “Eleições 2018 – Mais que um Pleito, uma Batalha Espiritual – Parte 1

  1. Prezado Adail Rodrigues, por trás de suas palavras bonitas e maleáveis se esconde um discurso bem antidemocrático, enquanto você discrimina pessoas como o fez com a Manuela, por exemplo. O medo, o pavor conduzem pessoas a não serem capazes de ampliar a visão do mundo e das coisas e fazerem vista grossa a outros. Você apoia um candidato que se diz limpo, mas que usa de atos corruptos para eleger-se; você apoia um candidato que se diz em nome da moral e da família, mas que prega um discurso baixo, indecente, difamador e mentiroso, como o fez publicamente na Câmara dos Deputados: “Seu pai deu o cú, você também dá o cú, … vá se foder” … Ou: “Eu só não estupro você porque você não merece” … Eu me pergunto que exemplo de dignidade e respeito ele dá à família e às crianças brasileiras; penso até na sua filha pequena, pois algum dia ela vai assistir aos vídeos do pai e deparar-se com a indignidade e o obsceno de suas palavras. Isto é bom? Acho que você não se dá conta do que ora está realmente passando no Brasil – não é Haddad, não é o PT: é uma luta pelos direitos democráticos, e se você não leva isso em conta, é de sua própria responsabilidade. Por outro lado, não lhe tenho raiva, só estou decepcionada, pois achava suas postagens interessantes e salutares, mesmo assim desejo a você e sua família tudo de bom. Saudações da Mariluz.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Minha querida amiga Mariluz, eu acredito não ter discriminado pessoas, apenas não sou adepto da libertinagem, talvez pelo fato de eu ter tido uma educação muito rigorosa e também sempre fui respeitador da honra e da moral e de todos os preceitos que regem a nossa sociedade mais conservadora. Também sou adepto do judaísmo na sua tese cristã, então me baseio pelos preceitos de D’us. Eu respeito a liberdade, mas sou contra a libertinagem; respeito os direitos da livre escolha e da expressão, mas acredito que isto deveria levar em conta os demais direitos alheios. Penso assim: que sejamos livres, mas respeitando os direitos dos outros, contanto que estes direitos não firam a moral e a decência. Mas para isto, o Estado tem que intervir e de forma mais moralista, porém sem violência. Sei muito bem e tenho visto vídeos sem contexto que envolvem a figura do Bolsonaro. No entanto, ele já esteve em público e se justificou, reconhecendo suas balbúrdias e jeito louco de se portar, inclusive pedindo desculpas a quem agravou e desagradou e ao próprio público em geral. Sei que isto não convence, mas infelizmente o outro candidato não teve a gentileza de pedir desculpas pelos erros e atrocidades que o seu partido cometeu traindo os mais humildes que acreditaram no seu discurso de mudanças. O próprio Cid Gomes reconheceu isto e desmascarou e abriu o berro em pleno comitê político do PT lotado, em Fortaleza. Há três dias, foi a vez do Mano Brown fazer o mesmo. Embora ele seja anti Bolsonaro, mas acabou com um clima festivo do PT na Lapa, Rio de Janeiro. Isto aconteceu na presença de Haddad, Manuela, outros políticos, autoridades e milhares de outras pessoas. Um pensamento igual ao meu. A verdadeira democracia está no direito de todos, mas não apenas para grupos específicos. A verdadeira democracia é você ter direito à saúde, à paz, à educação, moradia, saneamento básico, emprego, um meio ambiente com toda dignidade, e poder lutar por esses direitos. Quanto ao resto, será decidido de forma democrática visando o bem estar de todos dentro de uma limitação legal. Eu poderia votar nulo nestas eleições, mas de qualquer forma, alguém vai chegar ao poder. Portanto, prefiro arriscar nas promessas de mudanças de Bolsonaro do que aceitar o erro outra vez e acabar de afundar o nosso Brasil. E com certeza, o que faz o Bolsonaro liderar este pleito, se dá, não pelos seus méritos, mas pela insatisfação do povo contra o PT, será pelo fato de tirar definitivamente o PT do poder. Infelizmente a política nos decepciona, mas peço desculpas por tê-la atingido. Também continuarei seguindo suas publicações e sou-lhe grato pela admiração às minhas postagens, apesar das exceções.
    Agradeço os cumprimentos e também desejo a você e sua família tudo de bom.
    Um abraço!

    Curtido por 3 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s