O Verdadeiro Sentido da Páscoa

pessach1

 Estamos em mais uma época da comemoração pascal, mas infelizmente nem todos sabem o significado deste evento. Páscoa (do Hebraico Pessach) não é ovos de chocolate ou coelhinhos coloridos, Páscoa não é paganismo. Muitos até aproveitam o feriado para se deleitarem nas festanças, nas farras e bebedeiras, saborearem as guloseimas típicas à base de chocolate e massas ou até mesmo para simplesmente repousarem dos fardos do cotidiano, ignorando o ensejo de tão importante época, camuflando assim o seu verdadeiro sentido.

A Páscoa (Pessach) e o Judaísmo

 

EKIDS1G45 Ten Plagues 18

No sentido físico, a palavra Páscoa significa em sentido literal e universal: “passagem” (“passar por cima” ou “passar por alto”), ou seja, a passagem do anjo de morte por sobre as casas no Egito, evitando as casas dos hebreus em que haviam aspergido o sangue do cordeiro nas ombreiras das portas, mas adentrando nas casas dos egípcios e matando o primogênito de cada família. Era o início, então, da tão sonhada libertação do povo de D’US da cruel escravidão do Egito.

 

produçao mar vermelho1_00000

Embora nem todo seguimento teológico aceite, mas essa “passagem” tem algo mais envolvido: a travessia (passagem) do povo de D’US rumo à liberdade, através do mar vermelho (o caminho) que ficava entre o Egito (escravidão e morte) e Canaã, a terra da promessa (liberdade e vida).

 

A Páscoa e o Cristianismo

 

A Santa Ceia

No sentido espiritual, Páscoa é libertação (da escravidão do pecado e da morte) e a “passagem” por Jesus Cristo (o caminho) rumo à nova Jerusalém, a Cidade da promessa (liberdade e vida eterna). De certa forma, há um paralelo entre as circunstâncias que ensejam a comemoração pascal, quer seja judaica, quer seja cristã. O antigo nome que os egípcios atribuíam ao Egito, era Kemet, que significa “terra negra”, uma provável referência ao solo fértil às margens do Rio Nilo. E o Egito foi lugar de escravidão. O próprio ser humano é feito do pó da terra, se constituindo uma terra negra fértil em perversão que o torna escravo, mas escravo do pecado.

O Mar, que era chamado de Vermelho, provavelmente devido às bactérias Trichodesmium erythraeum presentes na superfície da água, foi o caminho que conduziu o povo hebreu livrando-o definitivamente da escravidão para a liberdade.  A cor que encobria o mar, sugere o sangue carmim derramado por Jesus Cristo, para que assim ele se tornasse o caminho que conduz o homem para a liberdade da vida eterna ao sair da escravidão do pecado. Para assegurar a liberdade ao povo Hebreu, foi preciso sacrificar um cordeiro e derramar seu sangue como garantia de vida. Da mesma forma, O foi Jesus, qual cordeiro de D’US que trouxe a liberdade e esperança aos cativos.

 

1456792598484550

Sobre a Páscoa, a maioria, até mesmo dos cristãos, desconhecem o real sentido deste evento. Chamam-na de Semana Santa, porém, nem sequer reconhecem o seu real valor. Na realidade, não se vê uma semana santificada e comemorada, mas apenas um ou dois dias (dependendo de como cada um considera). Comerciantes aproveitam para encherem seus bolsos através das vendas de alimentos e objetos típicos desta época e que servem mais para obscurecerem o verdadeiro espírito pascal. O povo judeu comemora o Pessach (a “passagem”) durante 7 (sete) dias consecutivos.

 

473819124-pao-e-vinho

Portanto, embora nem todos reconheçam o espírito original desta época, mas quero desejar que Jesus Cristo se faça conhecido em seu coração e que Ele se torne o seu caminho rumo à liberdade que D’US tem para você. E quanto aos demais que já O conhecem, quero que continuem firmes nesta rota até à chegada do seu objetivo final. E de uma forma geral desejo a todos, UMA FELIZ PÁSCOA e as bênçãos dO nosso Eterno D’US através do Seu filho, nosso Salvador e Rei, Jesus Cristo.

 

2 comentários em “O Verdadeiro Sentido da Páscoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s